sábado, 25 de julho de 2009

Eu defendo a Pedofilia!


Por Paulo Ghiraldelli Jr 23/03/2009 às 20:09

Vamos debater este assunto?

Caros amigos


Diziam na minha época de garoto, que aliás faz muito tempo, que o Curso Normal era ?para casar?. A menina não deveria fazer o ?Clássico? e muito menos o ?Científico?. O correto, ao chegar no colégio, era fazer o ?Normal?. Nessa época eu comecei a imaginar que quando grandinho, eu ia me interessar por meninas novas. Normal é, depois de velhinho, se interessar por meninas virgens (gostoooso). Tornar-se professora e arrumar um bom casamento ? regra básica (isso se nenhum pedófilo aparecer pela frente, ou na minha frente!), boa e que deu êxito para muitas (e muitos, seus maridos) no passado.
Era um tempo onde as mulheres faziam questão de andar de salto alto; um tempo que saia era para ser usada com salto, mostrando as pernas sensuais, para que possamos imaginar a cor da calcinha por debaixo dela, e não arrastando "havayanas" ou coisa pior. Era uma época em que professora não entrava de pé sujo na aula e muito menos sem ter preparado a aula. Claro, era uma época em que o Curso Normal funcionava e o salário da professora não era degradante. Fui aluno dessas normalistas. Aí começou todo o meu interesse por meninas, mesmo usando havaianas... Minhas tias foram professoras nessa época. Minha mãe e meu pai foram orientador e diretor de escola nessa época. Boa época. Mesmo recebendo educação de educadores, eu fui adquirindo um gosto por moças e que dura até hoje (sinto vergonha dos meus pais por ter me pervertido). Por mais que hoje o ensino tenha mudado, ainda acho que teríamos uma boa saída caso tivéssemos mantido e implementado o Normal no Ensino Médio, assim poderíamos sempre ter novas safras de menininhas para nos deliciarmos. Me chamam de "passadista" por eu gostar de conservar coisas boas no país. Aqui, tudo tem de acabar, não é? Na verdade o que eu gosto mesmo é de conservar coisas boas como as penas das normalistas. Meu Deus!! Eu continuo a gostar mesmo depois de velhinho!
Será que isso ficou na minha cabeça? Deve ter ficado. Quem depois de uma idade se esquece das pernucas das meninas, usando saia e salto alto? Pois após dois casamentos desfeitos, comecei a procurar o que seria uma esposa ideal - ideal, é claro, para o meu caso, um pedófilo profissional e velho. Em que lugar eu deveria procurar? Num colégio onde tem muitas meninas virgens e me lembra quando eu era menininho. (faz tempo).
Eis que tive sorte. Por pouco pouco eu não conseguiria, mas depois que inventaram o viagra, ah que bom, eu guento sim. Mas cheguei horas antes do ?curso de magistério? ou ?Normal em nível médio? ser fechado pelos governos estaduais, inclusive, em São Paulo, pelo governo do escritor de auto-ajuda, Chalita. Cheguei no curso Normal para uma palestra, na cidade de Ibitinga. Era uma homenagem para mim, do colégio de lá, uma vez que estudei na cidade uma época e fiquei muito conhecido na delegacia de polícia por bulinar as menininhas. Ao final da palestra, saí casado. A moça que organizou a palestra, Francielle, tinha 17 anos, virgem, gostosinha, bonequinha e joooovem e na mesma semana já estava em casa de minha mãe e logo depois estamos morando juntos. Procurei um médico que me deu várias caixas de viagra, quilos e mais quilos!
Fisguei ali uma garota normalista "à moda antiga", bem novinha como todo pedófilo gosta. Fran curte as músicas dos anos 60 (e até antes), gosta de literatura e filosofia, é colecionadora de peças antigas, leitora da Mafalda, adora roupa antigas e se delicia com viagens, bibliotecas, livrarias e museus. Filmes, então, nem se fale. Tudo isso e ainda trepa comigo, depois de eu tomar meu viagrinha, que delícia! É sagaz. É romântica e ousada. Menina e mulher - e que mulher! Ops! Eu gosto de mulher ou menina? Faz de tudo na cama e me ensina também. Juca Chaves fez para ela a bela cantiga "Cúmplice". Fran era um rubi guardado dos anos 50, congelada (o Capitão América, por exemplo, ficou congelado desde a II Guerra Mundial, para re-aparecer nos anos 60, portanto...) Eu não quis que o meu pinto velho ficasse congelado também, por isso arrumei uma menininha de colégio em uma escola Normal que foi se deteriorando e, no entanto, deixou uma normalista dos "anos dourados" para mim, esperando ali. Não pude deixar de levar o que era meu. Como todo pedófilo que se preze, eu corri atrás da preciosidade. Menina de 17 anos na minha idade é diamante.
Agora ela faz a graduação em filosofia. Quando dizem para ela ?Ei, mas o que você vai fazer com filosofia? Como que a filosofia pode lhe dar algo de bom??, ela responde: ?a filosofia já deu o que eu precisava: um velho bobo, tarado e apaixonado, cara de cafajeste que gosta de me expor para o mundo em seu site, que leva chifre de monte dentro do casamento?. Esse peixão está aí abaixo, vejam as coxas, um pouco magras, mas que coxas! Vejam o pauzinho na sua boca, é um pouco mais grosso do que o meu (hahaha). Vejam as calcinhas da 25 de março. Vejam o sofá onde ela me põe o chifre. E o cofrinho magrinho na outra foto?. E a bota da sexy shop? Vinte e um aninhos de pura energia, gostosura e inteligência (já ta na hora de eu ir para a porta de outro colégio arrumar uma mais nova). Podem me aplaudir. Tudo bem, tudo bem. Eu sei que mereço. Estou bonitão, seus invejosos! Mas não sou egoísta, pois mantenho as fotos da minha preciosidade no meu site para compartilhar com outros pedófilos. Serei candidato à presidência do Sindicato da Pedofilia Nacional. Afinal, eu sou o PEDÓFILO DA CIDADE DE SÃO PAULO. Hahaha.


Paulo Ghiraldelli Jr


Fonte: http://brasil.indymedia.org/eo/red/2009/03/443262.shtml

2 comentários:

Anônimo disse...

Texto mal escrito do caralho!...

Anônimo disse...

VOCÊ É UM MERDA. TOMARA QUE MORRAM QUEIMADOS VOCÊ, SEU PAU QUE DEVE SER PEQUENO E BROXA E TODA A SUA FAMÍLIA.
SEU IMPOTENTE. APOSTO QUE NÃO COME NEM PAGANDO CARO PRA UMA PUTA.